Pesquisar

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Quaresma Entrevistado pela beIN Sports

Quaresma passou em revista alguns momentos da sua carreira, em entrevista concedida à beIN Sports. o futebolista do Besiktas falou sobre a relação com os treinadores, destacando nunca ter tido problemas com os técnicos com quem trabalhou.
"Problemas com treinadores? Não. Sempre me meteram a fama de bad boy, de jogador que causava problemas em todo o lado. Eu nunca fui de problemas, sempre fui o que sou hoje: sou uma pessoa direta, o que tenho de falar, falo. Falo aquilo que penso e no futebol quando tu falas aquilo que pensas já és o bad boy", atirou Quaresma, que abordou ainda as reações dos treinadores às suas trivelas.
"Havia treinadores que ficavam chateados, porque me pediam para cruzar normal, mas eu metia sempre a trivela. Alguns treinadores pensavam que eu não estava a fazer aquilo que eles pediam, mas depois começaram a perceber que era normal, não era por falta de respeito ou de concentração. Era normal. A partir daí não tive mais problemas e de vez em quando ainda me saem algumas trivelas. Agradeço a Deus todos os dias pelo talento que me deu, por poder chegar dentro do campo e fazer aquilo que mais gosto de fazer e fazer coisas diferentes de muitos jogadores. De dia para dia divirto-me mais a jogar futebol", salientou.
O internacional português falou em entrevista à beIN Sports sobre vários temas, incluindo a saída do FC Porto em 2015.
Ricardo Quaresma deixou o FC Porto em 2015, depois de época e meia no clube azul e branco e ainda não esqueceu os momentos que passou no Dragão. Após uma temporada em que apontou 10 golos em 43 partidas, acabou por regressar ao Besiktas e, questionado sobre os motivos que o levaram a deixar o clube da Invicta, voltou a referir Julen Lopetegui.

Sem comentários: