Pesquisar

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Liga Europa - Porto ganha ao Sevilha por 1-0 - Quaresma faz assistência de Trivela



Em jogo a contar para a primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa o Porto bateu por 1-0 o Sevilha. Quaresma jogou os 90 minutos e fez assistência de trivela para o cabeceamento de Mangala. O central do FC Porto marcou o golo decisivo aos 31 minutos, após um livre batido por Fernando enquanto a defesa do Sevilha se organizava. A bola foi cruzada por Quaresma, de trivela, e Mangala mergulhou para o golo de cabeça. O francês tornou-se assim no melhor marcador da equipa nesta edição da Liga Europa, com três golos.







O MOMENTO: expulsão de Fernando

O jogo estava quase a acabar e Fernando, na mesma jogada, fez duas faltas. À primeira o árbitro não interrompeu porque a bola continuou na posse do Sevilha, mas, à segunda, o alemão Wolfgang Stark não só assinalou a falta, como também mostrou dois cartões amarelos seguidos ao médio do FC Porto (terá sido também por ter pontapeado a bola? Fica a dúvida). Acabou de forma insólita a noite e a eliminatória para o médio. 
NEGATIVO: cartão amarelo para Jackson

Aos 43 minutos, num lance dividido a meio-campo, Iborra cai no chão e agarra-se à cara. Os jogadores do Sevilha, certamente atentos ao risco de exclusão do avançado, cercam de imediato o árbitro, que já tinha apitado falta, mas parecia na dúvida quanto ao cartão. O amarelo acabou por sair um bocado forçado e Jackson, conformado, viu-se assim também excluído do jogo da segunda mão.

OUTROS DESTAQUES:

Quaresma
O extremo continua em destaque e é quase sempre por ele que nascem os lances de perigo. Esta noite teve ainda um pormenor adicional (e delicioso), com duas trivelas das suas. Uma deu golo, a outra foi desperdiçada por Jackson, num dos lances mais perigosos dos portistas na segunda parte. No entanto, pareceu ficar cansado à medida que o tempo avançava e os lances individuais foram-se perdendo mais do que o normal.

Ricardo Quaresma: «Sou provocado todos os dias»

 Ricardo Quaresma, extremo do FC Porto, comentou desta forma a vitória frente ao Sevilha e a polémica em que se viu envolvido nos últimos dias:

«Se ficasse 2 ou 3-0 não era de estranhar mas pronto, fizemos um golo e trabalhámos para não sofrer, o que também é muito importante nestas eliminatórias. Perdemos dois jogadores (Fernando e Jackson) muito importantes para a equipa mas temos de encontrar soluções à altura no plantel.

Ficou feliz pelas palavras de Pinto da Costa? «Já disse antes que o presidente é das pessoas que mais admiro no Mundo. Quanto aos que falam mal de mim, já os conheço há muito tempo. Quando sou eu, para tudo, mas esquecem-se de coisas que outras pessoas fizeram no passado.»

Foi provocado na Madeira? «Sou provocado todos os dias! Não me incomoda, já desde os 17 anos que estou preparado para isso. Há coisas que custa ouvir, se fosse a ligar a tudo o que dizem, já estava enterrado há muito tempo.»

Sem comentários: